segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A idiotice do ser humano tem limite?

video

Por volta das 19h de sexta-feira, cerca de 130 integrantes de um grupo chamado "Massa Crítica", que realiza um passeio mensal para promover o uso da bicicleta como meio de transporte, pedalavam pela rua José do Patrocínio, na Cidade Baixa (região central). No grupo, havia crianças.
O motorista do Golf preto pediu passagem pelo meio das bicicletas e não foi atendido por falta de espaço na rua, de acordo com o relato de ciclistas.
As vítimas afirmam que o suspeito buzinava e acelerava por três quarteirões e o carro chegou a tocar uma das bicicletas que estavam na retaguarda do grupo.
No terceiro quarteirão, na esquina com a rua Luiz Afonso, conforme relatos colhidos pela Folha, o motorista do Golf esperou que o grupo se distanciasse alguns metros, acelerou e investiu contra o grupo de ciclistas.
FERIDOS
Os relatos dão conta de que bicicletas voaram, ciclistas se chocaram uns contra os outros e muitas pessoas caíram no chão, feridas. O motorista fugiu do local.
"Tinha muita gente, inclusive pais com crianças em cadeirinhas. O atropelamento foi proposital porque ele vinha várias quadras atrás, acelerando, xingando, buzinando. Depois que ele passou, virou um cenário de guerra, com bicicletas retorcidas e muita gente sangrando pelo chão", contou à Folha o empresário Marcelo Guidoux Kalil, 31, que integrava o grupo.
Três ambulâncias estiveram no local. Dezesseis pessoas ficaram feridas, na contagem do grupo. Parte delas foi atendida no local e outras oito foram encaminhadas ao hospital com ferimentos que iam de cortes até fraturas.
PROTESTO
Depois do atropelamento, outras pessoas que participavam do passeio permaneceram no local e protestaram contra a insegurança dos ciclistas.
O jornal "Zero Hora" relatou que o diretor da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), Vanderlei Cappellari, disse que o órgão não foi avisado sobre o passeio ciclístico --o que o tornaria irregular.
A Folha não conseguiu localizar Cappellari. Integrantes do "Massa Crítica" responderam que a atividade é mensal --realizada sempre na última sexta-feira do mês-- e que os ciclistas têm direito de transitar juntos pelas ruas. Fonte Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário