quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Techint na área.




Empresa vai usar o seu estaleiro em Pontal do Paraná para construir duas plataformas petrolíferas
Publicado em 24/02/2011 | Carlos Guimarães Filho
 
Os planos da multinacional italiana Techint de transformar seu estaleiro em Pontal do Paraná, no litoral paranaense, em uma grande unidade industrial terão início ainda neste ano. A empresa foi contratada pela OSX Brasil S/A, empresa do magnata Eike Batista, para construir duas “ja­quetas”, estruturas de sustentação de plataformas fixas (Wellhead Platforms – WHPs), WHP-1 e WHP-2.
As peças terão 140 metros de altura e serão utilizadas na produção de óleo e gás na Bacia de Cam­pos, no Rio de Janeiro. As empresas não revelaram o valor do investimento no projeto. 
O contrato ainda está em fase de planejamento.
Segundo o comunicado emitido pela OSX Brasil S/A, as empresas assinaram uma carta de intenções para elaboração do projeto de engenharia, produção e montagem das plataformas. A previsão é que a operação no litoral do Paraná comece até o fim do ano e seja concluída apenas em 2013. Antes, será desenvolvido o projeto de engenharia no escritório da empresa italiana no Rio de Janeiro.
De acordo com o gerente de desenvolvimento de negócios da área offshore da Techint no Brasil, Luis Guilherme de Sá, a construção deve gerar mais de 2 mil empregos diretos e cerca de 4 mil indiretos. “A nossa intenção é maximizar o uso de mão de obra do estado. Inclusive teremos um programa de capacitação”, explica o executivo.

A Techint possui o estaleiro há mais de 30 anos, mas a última vez que a empresa utilizou o local foi entre 2005 e 2006, quando entregou à Petrobras uma “jaqueta” de 6,3 mil toneladas. Na ocasião, a operação empregou aproximadamente 1,5 mil pessoas.

No início do ano, o diretor-geral da Techint, Ricardo Ouri­que, revelou que a empresa planeja investir cerca de R$ 300 mi­­lhões nos próximos três anos para transformar a área na Uni­­dade Offshore Techint (UOT), capaz de construir plataformas fixas e permitir a atracação de navios FPSO – tipo de plataforma flutuante capaz de extrair, processar e armazenar petróleo. Também está programada a construção de 300 metros de cais na área do estaleiro.Fonte Gazeta do Povo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário