quarta-feira, 27 de abril de 2016

EX PREFEITOS,CONTAS A SEREM JULGADAS, CONTAS REPROVADAS, OU: QUANDO O TEMPO É O MAIOR ALIADO.

Jornal dos Bairros /Edição 406

A Câmara de vereadores de Antonina, seguindo a determinação do TCE/PR - Tribunal de Contas do Estado do Paraná, vem buscando zerar os processos de prestação de contas  (ex prefeitos/prefeita) existentes na Casa.http://www1.tce.pr.gov.br/noticias/camaras-que-nao-julgam-prefeitos-podem-ter-contas-desaprovadas/3982/N

Segundo um levantamento prévio, as contas dos ex prefeitos e ex prefeita, de 2001, 2004, 2005, 2006, 2007,  2008, 2009, 2010, 2011, 2012, estão na fila para serem levadas ao plenário da Casa. Algumas inclusive, com o parecer de desaprovação do TCE.

Como ressalta a matéria, algumas contas a serem julgadas sumiram daquela Casa de Leis.
A situação é realmente muito grave.
Para melhores esclarecimentos disponibilizo o Blog para que as instituições envolvidas possam se posicionar sobre essa situação já que em casos de contas não julgadas ou extraviadas, alguém pode estar se beneficiando com esse expediente.
É bom lembrar que nesses casos o tempo está sempre “a favor” de gestores que eventualmente deixaram de cumprir as suas responsabilidades.
Um abraço, e fiquem na paz.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

DILMA DE SAÍDA, OU, INFORMAÇÃO É SEMPRE IMPORTANTE.

Textos, fotos, artes e vídeos da odiario.com estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização de odiario.com. As regras têm como objetivo proteger o investimento que odiario.com faz na qualidade de seu jornalismo. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://maringa.odiario.com/parana/2016/04/veja-como-votaram-os-deputados-do-parana-no-impeachment/2132403/

A maioria dos deputados federais do Paraná votou neste domingo (17) pelo prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). 
Da bancada de 30 deputados, foram 26 votos pela continuidade do processo, e quatro contrários.
 http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2016/04/veja-os-votos-dos-deputados-do-parana-no-processo-de-impeachment.html


A favor do impeachment:
Alex Canziani (PTB)
Alfredo Kaefer (PSL)
Christiane Yared (PR)
Diego Garcia (PHS)
Dilceu Sperafico (PP)
Evandro Roman (PSD)
Fernando Francischini (SD)
Giacobo (PR)
Hermes Parcianello (PMDB)
João Arruda (PMDB)
Leandre (PV)
Leopoldo Meyer (PSB)
Luciano Ducci (PSB)
Luiz Carlos Hauly (PSDB)
Luiz Nishimori (PR)
Marcelo Belinati (PP)
Nelson Meurer (PP)
Nelson Padovani (PSDB)
Osmar Serraglio (PMDB)
Paulo Martins (PSDB)
Ricardo Barros (PP)
Rubens Bueno (PPS)
Sandro Alex (PSD)
Sergio Souza (PMDB)
Takayama (PSC)
Toninho Wandscheer (PROS)
Contra o impeachment:
Aliel Machado (Rede)
Assis do Couto (PDT)
Enio Verri (PT)
Zeca Dirceu (PT)
Por Tutuca...
Como já era esperado, o pedido de admissibilidade pelo impeachment da Presidenta Dilma, passou fácil na Câmara dos deputados.  Nem com o esforço concentrado do seu articulador maior, Lula, o pessoal da "Democracia Vermelha" conseguiu a adesão de 172 deputados. 
Ao final apenas 146, somando as abstenções, foram contra o impeachment.
Como no  Senado o pedido de admissibilidade se dará por maioria simples, tudo indica que os dias de Dilma como Presidenta da República, estão chegando ao seu final. 
Algumas curiosidades aconteceram nessa votação de domingo; Deputados do Paraná, reconhecidamente da base aliada, votaram a favor da saída de Dilma, inclusive o Deputado Toninho Wandscheer, que se elegeu para o cargo ainda no Partido dos Trabalhadores. Ricardo Barros, Cristiane Yared, e João Arruda (sobrinho do Requião), também sentiram que "a viola está em cacos".
O pior de tudo é que não se enxerga por parte do Partido dos Trabalhadores, uma tentativa de se reciclar e aprender com os acontecimentos. Teimam em não descer do salto e continuam com o discurso totalitário e fanatizado. 
Pedido de informação para a CMA.
Seguindo a linha da matéria publicada aqui no blog sobre multas ambientais e o direito da transparência, resolvi entrar com o pedido de informação sobre essa questão, haja visto que ,até a publicação desse post  nenhuma informação nos foi enviada sobre a multa milionária que o Município de Antonina (gestão Munira Peluso) aplicou à Petrobrás por conta do acidente ambiental de 2001. 
Fui muito bem recebido pelo presidente da Câmara Municipal , Odileno Garcia Toledo, que se prontificou em nos disponibilizar toda e quaisquer documentação existente sobre o referido tema . Aguardemos.
Um abraço a todos , e fiquem na paz.

terça-feira, 12 de abril de 2016

ESCOLA SEM PARTIDO. DIGA NÃO A DOUTRINAÇÃO NAS ESCOLAS.

Numa sociedade livre, as escolas deveriam funcionar como centros de produção e difusão do conhecimento, abertos às mais diversas perspectivas de investigação e capazes, por isso, de refletir, com neutralidade e equilíbrio, os infinitos matizes da realidade.
No Brasil, entretanto, a despeito da mais ampla liberdade, boa parte das escolas, tanto públicas, como particulares, lamentavelmente já não cumpre esse papel. Vítimas do assédio de grupos e correntes políticas e ideológicas com pretensões claramente hegemônicas, essas escolas se transformaram em meras caixas de ressonância das doutrinas e das agendas desses grupos e dessas correntes.
A imensa maioria dos educadores e das autoridades, quando não promove ou apoia a doutrinação, ignora culposamente o problema ou se recusa a admiti-lo, por cumplicidade, conveniência ou covardia.   http://www.escolasempartido.org