domingo, 5 de março de 2017

CARNAVAL/2017; PM MOSTRA BALANÇO POSITIVO.


Operação Verão

01/03/2017

Balanço da PM mostra resultados positivos de ações no Litoral

De acordo com a Polícia Militar no Paraná, o balanço divulgado nesta quarta-feira (01) mostra que o esquema especial colocado em prática nos sete municípios do Litoral, durante o Carnaval, trouxe bons resultados. Na comparação com o mesmo feriado em 2016, houve queda do número de casos de perturbação de sossego (-70%) e de furtos (-5,8%) e, simultaneamente, o aumento de apreensões de arma de fogo (50%).
“O balanço final é positivo, já que mesmo com o grande número de pessoas nos municípios do Litoral, especialmente nas praias, houve poucas ocorrências. A PM agiu em todas elas, fez o controle e o encaminhamento de pessoas que causaram algum transtorno”, disse comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), tenente-coronel Nivaldo Marcelos Silva. De acordo com ele, a PM conseguiu, mais uma vez, com o efetivo do Verão Paraná e o reforço, garantir a segurança e a tranquilidade dos foliões.
A presença ostensiva da polícia reduziu os casos de perturbação de sossego. Neste feriado, as equipes atenderam 27 ocorrências e lavraram sete Termos Circunstanciados por essa contravenção penal. No mesmo feriado do ano anterior foram atendidas 86 situações de perturbação de sossego e lavrados 30 Termos Circunstanciados, uma redução de 70%. O trabalho foi desenvolvido pela Patrulha do Sossego, braço da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU), em conjunto com o 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM).
Também houve aumento no número de apreensões de arma de fogo – 10 foram apreendidas neste ano e cinco no Carnaval de 2016. “Retirar armas de circulação evita uma quantidade de crimes imensurável, tanto os de menor potencial ofensivo, como roubos, furtos, até homicídios e latrocínios. Para isso a PM agiu intensamente neste sentido”, destacou o tenente-coronel Nivaldo.
As ocorrências atendidas no Litoral resultaram na prisão de 69 pessoas adultas, uma redução de 48% em relação ao ano anterior, quando foram 134. “Isso significa que o trabalho preventivo da Polícia Militar, que neste ano contou com mais policiais e viaturas, preveniu o cometimento de crimes, por isso, houve menos encaminhamentos”, disse o subcomandante do 9º Batalhão da PM, major Cesar Kamakawa.
Os módulos móveis foram utilizados na orla marítima e os policiais militares distribuíram 3.138 pulseirinhas de identificação, contra 1.136 em 2016, para as crianças e pessoas com deficiência. “A atividade, de caráter preventivo e comunitário, evitou o desparecimento de pessoas e promoveu a integração da Polícia Militar com a comunidade”, disse o tenente-coronel Nivaldo.
TRÂNSITO - Neste Carnaval, as equipes policiais abordaram 316 veículos, dos quais 15 foram recolhidos por irregularidades e nove recuperados e devolvidos posteriormente aos proprietários. Também foram emitidos 503 autos de infração de trânsito. A atuação da PM abrangeu ainda a fiscalização de embriaguez ao volante nas vias urbanas e seis condutores foram flagrados e presos. No mesmo feriado do ano anterior, 255 veículos foram abordados, 29 recolhidos ao pátio e três recuperados. Houve ainda oito acidentes de trânsito, 437 infrações emitidas e cinco prisões por embriaguez ao volante feitas.
As ocorrências de furto tiveram uma queda de 5,9%: 64 casos neste feriado contra 68 no ano anterior. Os roubos aumentaram de 27 para 51.
ATUAÇÃO - A atuação da PM contou com o envolvimento do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Polícia Ambiental (BPMA), do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, do Batalhão de Polícia Rodoviária, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas e da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG). Também houve apoio do Poder Judiciário, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Guardas Municipais dos municípios, Conselhos Tutelares, Detran, Corpo de Bombeiros e outros órgãos municipais de trânsito.
As ações integradas incluíram patrulhamentos por terra, mar e ar, blitzes de trânsito nos balneários e locais com grande circulação de pessoas, abordagens a pessoas, vistorias em veículos, pontos de policiamento fixo, com módulos móveis e ao longo das praias, com a distribuição de pulseirinhas de identificação, além do reforço da presença da Polícia Militar com viaturas, motos e um helicóptero da corporação.
Em conjunto com as prefeituras, a PM fez um planejamento de segurança para acompanhar os grandes eventos carnavalescos nas cidades litorâneas, como a Matimbanda, Caiobanda, Guaratubanda, festas públicas e bailes. O policiamento foi aplicado antes, durante e após o encerramento das atividades e a total dispersão do público. 
Além do trabalho reforçado, a PM atuou de maneira preventiva em relação ao comércio e consumo de bebidas em garrafas de vidro nos locais de eventos. As pessoas que foram abordadas com artefatos de vidro foram orientadas e o objeto recolhido para evitar que, ao final dos eventos, fosse utilizado como arma em agressões e rixas. http://www.verao.pr.gov.br/2017/03/92911,28/Balanco-da-PM-mostra-resultados-positivos-de-acoes-no-Litoral.html