domingo, 15 de outubro de 2017

NO DIA DOS PROFESSORES, UM ALERTA AOS PAIS.

                                           

Doutrinação marxista nas escolas: realidade ou história da Carochinha?

Que nossas universidades e escolas estão repletas de professores marxistas de esquerda, não é novidade para ninguém. E esse não é um ponto questionável, afinal, cada um tem o direito de seguir a ideologia que lhe parecer mais apropriada. O problema é quando essas ideologias são colocadas – mesmo que inconscientemente – na cabeça de nossos filhos.

E, por mais que provas não faltem para comprovar que existe sim uma forte onda de doutrinação marxista em nossas escolas, muita gente insiste em negar ou fechar os olhos para as evidências.

No Sociedade em Foco de hoje, reunirei algumas das provas mais explícitas que mostram que a esquerda está mais que avançada na implantação do marxismo cultural no Brasil através da educação. Afinal, é bem mais fácil formar a mentalidade do ser humano desde cedo que mudar a de alguém já formado conscientemente em ideias.

São fotos, flagras e até vídeos retirados de alguns sites que se opõem a esse tipo de ensinamento. Seja ele um ensinamento que tenda para a esquerda, como também o que tende para a direita. Educar é mostrar os dois lados, mostrar os pontos positivos e negativos de ambos e deixar que o aluno por si só possa escolher a ideologia que o melhor representa.
O primeiro ponto que vamos observar é referente aos livros didáticos. Como sabemos, principalmente no ensino fundamental e médio, eles são a principal fonte de conhecimento para o aluno depois do professor. Obviamente, um livro de uma escola pública não pode tender a uma ideologia específica.

Não é isso que acontece no Brasil. Como bem pontuou o site Spotniks, o livro de História mais vendido do Brasil (eu já estudei por ele no ensino fundamental, inclusive) nem se dá ao trabalho de disfarçar sua parcialidade ideológica.

Obra recomendada pelo Ministério da Educação, o livro Nova História Crítica representava, em 2005, 30% do total de livros didáticos escolhidos pelas escolas brasileiras.

Na obra, podemos encontrar elogios à ditadura cubana, a revolucionários ou ditadores sanguinários como Che Guevara e Mao Tsé-Tung, que é classificado como um “grande estadista e comandante militar”. Até o grupo terrorista FARC é destacado no livro como um grupo de jovens que “lutam por um novo mundo”. Não gosto nem de imaginar que novo mundo seria esse.
Ensinar aos alunos que porte de armas é algo desvantajoso, que certos grupos específicos da sociedade (homens, brancos, cristãos e heterossexuais) são opressores em relação a outros ou demonizar o livre mercado são formas implícitas de doutrinação marxista.

Professores são humanos, e até entendo que tendem a apresentar seus conteúdos partindo de suas óticas ideológicas, sejam elas de direita ou de esquerda. Agora admitir que tal doutrinação esteja presente nos livros didáticos, comprados com nosso dinheiro, não passa de um absurdo.

O pior de tudo é alguém ainda negar que existe tal doutrinação. É, no mínimo, fechar os olhos para a realidade.

Antes de nos despedirmos, sinto-me na obrigação de apresenta-los o excelente projeto Escola Sem Partido, que luta brilhantemente contra tudo o que foi retratado acima. Para conhecer melhor sobre, clique aqui.

Por Tutuca,

Muito foi veiculado nesses últimos dias sobre as exposições no Queer Museu e o MAM, onde tudo o que podemos imaginar de absurdo aconteceu. Crianças de 8,9, 10 anos, sendo expostas ao nível mais baixo da doutrinação ideológica. Uma verdadeira investida na tentativa de desconstruir a nossa mais antiga instituição social; a família.

Se o seu filho mostrar sinais de mudança de comportamento, tipo cultuar Che Guevara, e gritar "fora Temer", fiquem atentos, o processo já se iniciou.

Um abraço e fiquem na paz.


domingo, 27 de agosto de 2017

FIM DE LINHA PRA LULA.


O ex-presidente não consegue circular nem mesmo pelas regiões com mais pobreza e ignorância, pois até nesses locais a turma já caiu na real, já sabe que o homem é um cínico, um populista, um bandido. Sua “caravana” não tem surtido o efeito esperado pelo líder socialista, e pelo visto só lhe resta mesmo a turma da mortadela, aqueles que vão em troca de benefícios diretos.
Enquanto isso, Jair Bolsonaro tem sido recebido em tudo que é lugar com empolgação, com ovação geral. Bem, de vez em quando aparece uma fascista vermelha para jogar uma ovada, mas é caso totalmente isolado de quem tenta pintar uma realidade paralela, como se Bolsonaro fosse tão odiado quanto Lula. O nível de rejeição pode ser até alto, mas nada se compara ao do petista, execrado por qualquer pessoa que mantém algum grau de inteligência ou de honestidade.

Alguém mais sensível poderia até falar em pena vendo essas imagens de Lula, mas a única pena que o petista merece é aquela de 20 anos de cadeia mesmo. Lula pode se dar por sortudo ao não sofrer o mesmo destino de Mussolini. O grau de revolta popular é imenso, e com toda razão: ele foi o grande responsável pela desgraça que se abateu sobre nosso país, pelos 15 milhões de desempregados, pela volta da inflação (agora controlada), pela roubalheira institucionalizada nas estatais, pela degradação de valores morais, pelo clima de segregação da população.

Enfim, se o PT é um câncer na política nacional, e é, então Lula é seu mentor, seu líder, o grande culpado pela situação em que vivemos hoje. Seu grau de cinismo é coisa de psicopata, e não sou eu quem diz, mas psiquiatras sérios. Apesar de tudo que já veio à tona, ele insiste em bancar a “alma mais honesta do país”, enquanto demoniza o juiz Sergio Moro. É um projeto fracassado de Maduro, o ditador venezuelano que ele ainda defende.
É claro que não podemos relaxar jamais, pois se Lula está enfraquecido, o petismo ainda vive. Também não é sábio subestimar a estupidez de parte da população, que ainda pode ser enganada pela narrativa cafajeste da extrema-esquerda, que tenta jogar todo o fardo da responsabilidade em cima de Dilma e Temer para poupar Lula pelo caos que ele criou. Por fim, há sempre a incerteza quanto às urnas eletrônicas, que não parecem tão confiáveis.
Dito isso, dá para entender a euforia dos investidores. As chances de Lula vencer em 2018, se puder concorrer e não for preso antes, são muito baixas. Lula está morto. Ao menos do ponto de vista político. Nem os nordestinos mais carentes querem saber de sua conversinha furada, de suas promessas mentirosas, de sua retórica canalha. Lula acabou!

 http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/
Rodrigo Constantino

sábado, 15 de julho de 2017

27º FESTIVAL DE INVERNO. QUEM QUER FAZ!!


Repensar o Brasil, repensar a UFPR, repensar a cultura

Toda cidade tem fala e memória, que precisam ser ouvidas e preservadas. É com esta intenção que o Festival de Inverno da UFPR chega a Antonina este ano: para reavivar a memória da cidade e resgatar sua vocação como lugar de produção e expressão cultural, palco de manifestações populares diversas.
Esta edição do Festival é resultado do triunfo da criatividade e da parceria sobre os obstáculos encontrados ao longo da preparação do evento. Sob novas gestões, tanto a Universidade quanto a Prefeitura de Antonina empenharam-se no diálogo permanente com a comunidade local, comerciários, entidades, comunidades, grupos, para tornar o evento realidade. 
O Festival de Inverno deste ano retoma a praça como espaço de encontro, de diálogo, de festa, como lugar da pulsão e da liberdade da cultura. Nesse espírito, o evento chega à cidade como um cortejo, chamando a comunidade antoninense e os artistas populares para que participem das atividades. É no espaço do coreto da cidade que os artistas convidados desfilarão suas músicas, seu som, seu calor para todos participantes do Festival. 
Na toada da valorização da cidade, teremos a seresta, que resgatará as canções das casas de Antonina, e, no encerramento, o baile de carnaval, com a participação de escolas de samba e blocos locais. 
A programação inclui ainda as tradicionais oficinas, com diversas temáticas e para diferentes públicos, além de atividades paralelas já consolidadas, como o passeio ciclístico, Cinema do Sesc e a Praça de Lazer. 
Além das novidades programadas para Antonina, pela primeira vez o Festival avança para outras cidades do Litoral onde a UFPR está presente, atendendo a uma antiga demanda da nossa comunidade acadêmica. Vamos levar uma pequena mas significativa amostra de ações culturais para Matinhos e para o Museu de Arqueologia e Etnologia, em Paranaguá. São oficinas de museologia, performance e corpo, além de apresentações culturais, lançamento de livro e feira gastronômica. 
Assim, o 27º Festival de Inverno renova o compromisso da UFPR com a cultura e representa mais uma vez a pluralidade cultural do nosso Paraná, de Antonina e da Universidade. Cumpre também o seu papel de promover a democratização do acesso aos bens culturais e de contribuir para a construção de uma cidadania cultural. 
O nosso agradecimento a todos os envolvidos/as neste processo, aos patrocinadores que confiaram nesta proposta, aos parceiros institucionais, à equipe da Prefeitura de Antonina, a todas unidades da UFPR que possibilitam a logística do Festival, às equipes descentralizadas de Matinhos e Paranaguá e, principalmente à incansável e eficiente equipe da Coordenadoria de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. 
O nosso desejo é que você se divirta, conheça, aprenda, troque, se envolva com a cidade, fazendo com que o 27º Festival de Inverno seja uma grande festa popular da diversidade cultural.
http://www.proec.ufpr.br/festival2017/
Ricardo Marcelo da Fonseca - Reitor
Graciela Bólzon de Muniz - Vice-Reitora
Leandro Franklin Gorsdorf - Pró-Reitor de Extensão e Cultura

Por Tutuca

Ontem sexta feira 14/07, se iniciou o 27º festival de Inverno na cidade de Antonina.
Este ano diferentemente das outras edições o evento se falando dos shows que aconteciam no palco, será realizado da Praça Cel. Macedo.  
O momento como relata a própria UFPR, é de repensar o evento e se adaptar a nova realidade que se apresenta. 
Parabéns à todos envolvidos. Quem quer faz!!

                           

terça-feira, 11 de julho de 2017

GOVERNO DO PARANÁ ENTREGA VIATURAS PARA CORPO DE BOMBEIROS E DEFESA CIVIL.


A Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Paraná receberam 207 novas viaturas. A entrega foi feita pelo governador Beto Richa nesta terça-feira (11), no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Os veículos serão distribuídos para todas as regiões, de acordo com planejamento da Secretaria da Segurança Pública. 
Esta foi a segunda grande entrega de viaturas realizada pelo Estado. Há duas semanas foram repassados 466 novos veículos para as forças de segurança, de um lote de 1.100 viaturas que estão sendo adquiridos pelo governo estadual. O investimento total é de R$ 112 milhões. 
Segundo Richa, mais um lote de viaturas será entregue até dezembro deste ano. Ele ressaltou que desde 2011 o Governo do Paraná aumentou a frota da segurança pública do Estado com 3 mil novas viaturas. “O Paraná demonstra na prática que o ajuste fiscal foi bem sucedido. Os investimentos são vigorosos, não só para a segurança pública, mas em todas as áreas essenciais para a população”, disse o governador.  http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=94562&tit=Richa-entrega-207-novas-viaturas-para-a-policia-bombeiros-e-defesa-civil

domingo, 9 de julho de 2017

NÃO SE PERCA PELA MEMÓRIA...PREFEITURA DE ANTONINA! QUEM ENTROU POBRE E SAIU RICO?

Dezesseis deputados estaduais paulistas podem se considerar mais que satisfeitos com o período entre 2006 e 2010. Além de conseguirem a reeleição, esses parlamentares pelo menos dobraram seu patrimônio nos últimos quatro anos e somam R$ 8,7 milhões em bens declarados. O valor supera em 279% os R$ 3,1 milhões informados em 2006.


Por Tutuca

A matéria acima serve pra ilustrar uma situação que acontece muito com os politiqueiros de carreira, aqueles que invariavelmente possuem a carteira profissional em branco.

Na nossa pequena Antonina não é diferente...

Eles andavam fugindo dos credores, alguns moravam de favor, alguns chegaram em nossa cidade com uma mão na frente, outra atrás, mas vejam só, após entrar na Prefeitura conseguiram, em um passe de mágica, ficar ricos. 
Uns em oito anos, outros em 4 anos, não sabemos, mas que a mágica aconteceu , aconteceu. 

Você saberia identificar esses indivíduos?

A nossa cidade é pequena e fica fácil constatar e identificar aqueles que entraram na política e de repente, não mais que de repente, parece que "ganharam" na mega sena. 
Carrões, imóveis caríssimos em Antonina, aquisição de terrenos na cidade vizinha de Morretes. Filhos e netos nas melhores e mais caras faculdades...
Comprovadamente nunca foram chegados ao trabalho do dia a dia e  fizeram da Prefeitura o seu  prêmio da mega Sena. 
Teve gente que conseguiu a mágica de em pouco tempo, comprar terrenos, construir e adquirir casas , comprar carrões , se tornar  "empresários empreendedores", e vejam só, alguns até  viraram "pecuaristas". 
Os mais novos não irão lembrar, mas o antoninense na faixa etária dos 40 anos, com certeza sabe a quem me refiro. Esses são os "magos do empreendedorismo e das finanças".

Hoje eles estão aí pela internet querendo enganar um público que só vai saber dessas "estórias de prosperidade", por intermédio de seus pais ou avós.
Se informe, pesquise,  você irá saber os políticos que entraram na Prefeitura pobres, e num passe de mágica , saíram ricos. 

quinta-feira, 29 de junho de 2017

sexta-feira, 23 de junho de 2017

OPOSIÇÃO CARCERÁRIA , DESINFORMAÇÃO OU; A MÍDIA PATROCINADA.


O bom Jornalismo é aquele que informa e não deforma.
E a boa informação, longe dos conceitos ultrapassados de imparcialidade e objetividade, é aquela que deixa claro ao leitor o porquê e o que ele está lendo.
Por isso, é fundamental que seja delineado, editorialmente, a opção política, a ideologia, a visão de mundo e o local de fala de cada jornalista.
A boa informação também deixa claro suas fontes – quando não protegidas pelo direito ao sigilo – e dá os créditos a quem de direito.
A boa informação é aquela que, ao reproduzir textos de terceiros, diz quem é o terceiro; que ao reproduzir imagens, diz de onde elas foram tiradas.
E o bom jornalismo tem obrigação de informar se um texto, um gráfico ou uma eventual imagem foi ou não manipulada.
Informar as alterações no produto original é obrigação do bom jornalismo.
A omissão destes dados – inadvertida ou criminosamente – leva o leitor à desinformação e acaba induzindo ao erro de interpretar algo manipulado como fato verdadeiro.
Um crime contra o jornalismo e contra a sociedade…


Por Tutuca;

O que acompanhamos nesses últimos dias resume bem a realidade relatada no breve texto de Marco Aurélio D'Eça.

Adversários políticos da gestão José Paulo Vieira Azim, se uniram com alguns setores da mídia "patrocinada" para de maneira sórdida, tentar macular a imagem de uma pessoa que vem trazendo ao povo antoninense a esperança na construção de uma cidade melhor.

A prática rasteira não é nenhuma novidade.
Aconteceu durante todo o período eleitoral, após a eleição, e sem surtir nenhum efeito, se estende até o momento.

Fiscalizar a gestão pública, criticar, e se manifestar de maneira embasada, são ingredientes importantíssimos para a saúde do regime democrático, é assim que deve ser encarada a oposição.

Eu particularmente gosto muito da frase de Norman Vincent Peale; 
“O mal de quase todos nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio a ser salvos pela crítica”.

Para que o regime democrático funcione a contento é necessário que haja o equilíbrio de forças para que, oposição e situação, não possam impor as suas vontades e, principalmente, que haja o bom senso no atendimento aos anseios da população.

Contudo, para ser um opositor político é preciso no mínimo, possuir algo chamado de reserva moral.
Se fizermos um filtro no perfil da oposição que hoje se manifesta nas redes sociais, vamos constatar que na sua grande maioria, os indivíduos ou são “ex - presidiários”, ou são cabos eleitorais de ex - gestores municipais. 

Ex - gestores municipais
 que carregam na sua bagagem política, um vasto repertório de processos por danos ao erário, alguns inclusive, já condenados.
É só fazer uma pesquisa no projudi.

"Zumbis" da política que já foram julgados e condenados, mas através das brechas deixadas pela lei estão ainda hoje circulando pelo 'meio', essa é a cara da oposição hoje em Antonina, oposição "carcerária".

Um abraço e fiquem na paz.


quinta-feira, 18 de maio de 2017

DEPUTADO ALEXANDRE CURI, VISITA ANTONINA.

O Deputado Alexandre Curi (PSB-PR)  esteve em visita ao Gabinete da Prefeitura de Antonina, onde foi recebido pelo Prefeito José Paulo Azim, Secretários, Diretores e Chefes de Divisão. Na oportunidade o Deputado Curi falou do momento difícil em que vive o país, tanto no sentido econômico como no político, mas pede o empenho e união de todos da administração pública para que juntos  possamos passar esse período tão instável.   

Também deu a oportunidade para que todos perguntassem sobre as áreas que sopesam dificuldades e merecedoras de solução pública.  Muitas foram as perguntas e em todos os níveis e, ao final, foram todas respondidas nas suas expectativas e perspectivas. 
Falou também que Antonina nos últimos anos esteve isolada do cenário político estadual, o que distanciou a cidade de almejo à projetos financeiros em nível de Governo, que poderiam beneficiá-la diretamente. Como prova disso, comemora a vinda do recurso de R$ 1,7 milhão, verba essa de fundo perdido à nossa cidade.  
Disse ainda que: ” – Com a atual administração sinto-me confiante e otimista para realização de muitos projetos para Antonina. Tenho um carinho muito especial por essa linda cidade. ” . – finalizando. 
Além do prefeito José Paulo e Deputado Alexandre Curi, estiveram presentes: O Prefeito de  Morretes Osmair “Marajá” Costa Coelho, Assessor de Gabinete do Deputado, Sr. Gerson, os Secretários: do Turismo e Cultura (Eduardo “Bó” Nascimento), do Meio Ambiente (Yuri Osaki),  da Administração (Thiago Souza); da Comunicação (Carolina Freire); das Finanças (Rafael Alves);  de Planejamento e Obras (Arlindo Ricardo), de Saúde (Odileno Toledo), de Educação e Esportes (Márcio Balera); da Assistência Social (e Vice-Prefeita, Dra. Valéria Fernandes), da Chefia de Gabinete (Areadne Cruz), do Procuradoria Jurídica (Denis Ramos), além de suas respectivas Diretorias e Chefias de Divisão. http://www.antoninanoticias.net/

sexta-feira, 5 de maio de 2017

REVITALIZAÇÃO MERCADO MUNICIPAL

ANTONINA BONITA
Prefeitura executa trabalho de revitalização no Mercado Municipal.
A mais de 8 anos sem alguma manutenção básica, o Mercado Municipal de Antonina passa por um trabalho de revitalização em suas instalações.

Pintura externa e interna, manutenção nos banheiros, e conserto de infiltrações, são alguns dos reparos que estão sendo executados no importante equipamento turístico de nosso município. 
A ação vem sendo desenvolvida pelas Secretarias de  Indústria e Comércio, Administração, e Obras.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

27º FESTIVAL DE INVERNO DA UFPR - 14 A 19 JULHO 2017.




COM A PRESENÇA do Pró-Reitor Leandro Franklin Gorsdorf , e da Produtora Cultural Patrícia Salles, da UFPR, deram-se início aos preparativos para o 27º Festival de Inverno da UFPR, em nossa cidade, a ser realizada entre os dias 14 a 19 de Julho de 2017.
O Festival de Inverno da UFPR, sediado em Antonina, constituiu ao longo dos seus vinte e seis anos, uma política cultural executada pela Universidade Federal do Paraná com o propósito de articular as práticas de pesquisa, ensino e extensão universitária com os processos coletivos de participação cidadã nas políticas públicas voltadas à Cultura.
Para a 27º edição, estão previstas algumas mudanças, entre elas o período que ocorrerá de 14 a 19 de julho e a presença de ações culturais também para os municípios de Pontal do Paraná, Matinhos e Paranaguá, cidades estas com sedes da UFPR, ampliando dessa forma as possibilidades de trocas estéticas, culturais e políticas, tendo em vista a tradição e riqueza de práticas e de manifestações da cultural popular e multicultural existentes no território do Litoral.
Oficinas, espetáculos, exposições e atividades de formação estarão na programação ao longo de seis dias promovendo por meio do intercâmbio e do diálogo a valorização da diversidade cultural e da solidariedade integrando assim as comunidades locais.
Presentes ainda:
Eduardo “Bó” Nascimento (Secretário de Turismo e Cultura); Dra. Valéria Fernandes (Vice Prefeita e Secretária de Ação Social); Joelson Santos da Cruz (Diretor de Turismo e Cultura);  Dilza Ferrari Carvalho (Diretora de Educação e Esportes); Iran Silveira Macagnani (Diretor de Comunicação). http://www.antoninanoticias.net/?p=72

sexta-feira, 28 de abril de 2017

PREFEITURA PROMOVE REUNIÃO COM ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE ANTONINA.


No dia 27/04, quinta feira, o Prefeito José Paulo Vieira Azim, recebeu em seu gabinete representantes da Associação Comercial de Antonina.
O encontro promovido pela Secretaria de Indústria e Comércio, teve como principal objetivo estabelecer a necessária aproximação do governo municipal com o setor empreendedor de nossa cidade.
Na oportunidade foram abordados assuntos relacionados ao atual momento econômico do País e os consequentes reflexos causados em nosso município.

O Prefeito Zé Paulo , enfatizou sobre a importância do estreitamento desta parceria ressaltando o princípio da gestão participativa.
A iniciativa da Prefeitura Municipal foi elogiada pelos representantes do Comércio que relataram a falta de dialogo de outras gestões no sentido de buscar as soluções para as demandas do setor.

Além da presença do prefeito José Paulo, e membros da Associação Comercial, estiveram presentes o Secretário de Industria e Comércio, Celso Wistuba, e a Diretora da secretaria, Joseane Martins Gonçalves. http://www.antoninanoticias.net/

sábado, 15 de abril de 2017

ENCONTRO DE TRADIÇÕES.


     Vai começar a festa...Encontro de Tradições 



Nos dias 20,21 e 22 de abril, estaremos recebendo e realizando o 1º Encontro de Tradições. O evento criado e promovido por Olaria Projetos de Arte e Educação, objetiva proporcionar um espaço de convivência entre grupos folclóricos paranaenses. Tendas com palco serão montadas entorno da Praça Coronel Macedo e em seu interior barracas destinadas a exposição de objetos relacionados aos grupos participantes.
A cidade ganhara visibilidade durante o evento e os segmentos diretamente ou indiretamente ligados ao turismo, como hotéis, pousadas e restaurantes serão os mais beneficiados. A hospedagem do evento só foi possível graças ao apoio irrestrito da atual administração municipal, na batuta do prefeito José Paulo Vieira Azim.http://palavradobo.blogspot.com.br/2017/04/vai-comecar-festaencontro-de-tradicoes.html?spref=fb

  “Em 2017 acontece a primeira edição do Encontro de Tradições. O projeto, com realização da produtora Olaria Projetos de Arte e Educação, nasceu da parceria da curadora Lia Marchi com o produtor LM Stein, que assinam em conjunto a direção do evento.

Nos dias 20, 21, 22 de abril estarão reunidos na cidade de Antonina, litoral do Paraná, representantes de diversas tradições do Estado, apresentando ao público a música, a dança, o artesanato, enfim as riquezas das tradições culturais populares.
Venha para Antonina no feriado de Tiradentes e encontre tudo aquilo que você queria ver e ouvir em um só lugar, no Encontro de Tradições!”


MÚSICA, DANÇA E ESPETÁCULOS
Congada, folia, fandango, danças tradicionais e muita música nos três dias do Encontro de Tradições. Serão 12 grupos do Paraná apresentando a diversidade de expressões que povoam nossas memórias e festas.
Todas as apresentações são gratuitas e acontecem na Praça Coronel Macedo, no Centro Histórico de Antonina.
Durante os três dias do evento, os grupos participantes também farão cortejos pelos bairros da cidade e as Folias de Reis e do Divino visitarão as casas levando as bandeiras com música e tradição. 
Veja em nossa programação detalhes sobre os grupos e apresentações:

 http://www.encontrodetradicoes.com.br/programacao         

quinta-feira, 6 de abril de 2017

PREFEITURA RECEBE ARTESÃS DO MUNICÍPIO.


Na terça-feira dia 04 de Abril, o Prefeito de Antonina José Paulo Azim, recebeu em seu gabinete um grupo de artesãos de nossa cidade.
O Prefeito José Paulo ouviu as reivindicações e as propostas referentes a Feira de Artesanato que é realizada no município aos finais de semana na praça da Feira Mar.
O Prefeito Zé Paulo confirmou apoio irrestrito ao trabalho desenvolvido pelo segmento, e enfatizou sobre a atuação direta da classe na geração de emprego e renda em nosso município.
A Diretora de Indústria e Comércio Joseane M. Gonçalves, esteve presente na reunião onde os artesãos agradeceram pelo espaço, e pela atenção disponibilizada.